Que tal decifrar mais alguns termos de marketing digital?


Se você foi atraído pelo título acima, provavelmente esteja encontrando dificuldades para entender alguns termos do marketing digital, assim como muitas outras pessoas.

Este tema vem ganhando cada dia mais importância para mim e todo dia aprendo algo novo sobre ele. Entretanto, desde o início me dei conta que talvez falte um pouco mais de didática para os especialistas para transmitir os conceitos básicos sobre a matéria.

Não é por acaso que entre as empresas de tecnologia o marketing digital tenha conquistado tanto espaço, enquanto em outros setores da economia, ainda está engatinhando. O meu foco está em apoiar estes setores que já se deram conta da importância do tema, mas necessitam de ajuda para decifrar sua lógica. Caso você faça parte deste grupo, espero que o que vem por aí lhe ajude a evoluir nesta matéria, pois o texto de hoje abordará alguns termos bastante utilizados no meio do marketing digital, ainda na fase de atração de visitantes que poderão converter-se em potenciais clientes.

Antes de começar a tentar entregar o que prometi no parágrafo anterior, quero lhe sugerir que caso ainda não o tenha feito, acesse o texto anterior que publiquei sobre o assunto. O título deste material é O bê-a-bá do marketing digital na fase de atração de clientes. O texto de hoje fará mais sentido a partir da leitura do anterior, já que não foi possível abordar todos os termos em um único texto. Alguns termos de marketing digital bastante importantes deixaram de ser citados e vou faze-lo agora:

Geração de leads – No texto anterior, quando tratei do inbound marketing deixei claro tratar-se de uma estratégia voltada a transformar, por exemplo, os visitantes de um site em clientes potencias. A geração de leads talvez seja uma das expressões mais utilizadas no marketing digital pois é o processo de converter os visitantes em leads (potenciais clientes que deixam seus dados para contato).

Long tail keyword  –  Venho percebendo que aos poucos as pessoas já estão substituindo este termo em inglês por sua tradução para o português – palavras-chave da cauda longa –  Este conceito da cauda longa por si só já poderia ser um artigo específico, mas para ser mais direto, quando se trata de palavras-chave, existem aquelas que são genéricas e amplas, como por exemplo a  palavra “marketing”. Estas palavras são muito mais concorridas do que um termo mais específico, como “marketing digital para pequenas empresas”.  Quem está dando os primeiros passos na área e ainda não tem muita autoridade (reconhecimento que só é conquistado com o passar do tempo), deveria focar seus esforços nestas palavras de cauda longa, muito menos concorridas.

Links Patrocinados – Talvez por vício profissional, já que estou totalmente voltado para o marketing de conteúdo e por consequência na produção de conteúdos relevantes, deixei de citar a possibilidade de pagar aos buscadores (leia-se Google), para que alguns anúncios sejam exibidos com algum destaque nas páginas relacionadas a uma determinada palavra-chave. Tomando o exemplo da palavra-chave “marketing digital para pequenas empresas”, além de investir na produção de conteúdo para conseguir destaque nas páginas dos buscadores, poderia ser uma alternativa pagar ao Google para aparecer com destaque. Estes anúncios pagos podem ser facilmente identificados pois aparecem no topo e na lateral da página. Cada dia é mais comum tratar estes anúncios pelo termo Adwords que é a ferramenta disponibilizada pelo Google para este efeito. Um detalhe importante é que ao contrário dos conteúdos não pagos, estes anúncios deixam de aparecer a partir do momento que você deixe de pagar.

Buscadores –  Estes são os sites de busca disponíveis na internet.  Estes sites dispõem de alguns algorítimos que a partir de vários critérios, cada dia mais amplos, criam um ranking de páginas em relação a qualquer palavra-chave digitada. O grande desafio para quem pratica o marketing digital é aparecer na primeira página de resultados desta palavra chave. Se possível nas primeiras posições (cada página contém 10 posições). No Brasil, o Google tem uma liderança tão grande que passou a ser sinônimo de buscador. A verdade é que o Google não foi o primeiro e tampouco é o único. Uma pesquisa recente indica que atualmente no Brasil 96% das buscas totais são realizadas através dele. O Bing e o Yahoo (primeiro a ser criado) tem cada um aproximadamente 2% de participação.

Retargeting  – Provavelmente você já tenha visitado algum site e depois tenha se dado conta que ao navegar em outros sites ou mesmo em redes sociais, algum anúncio passe a segui-lo. Você consultou o preço de um smartphone mas não comprou e agora algumas ofertas deste produto seguem você por todo lado. Alguém está pagando para que isto aconteça.

Conversão – Adotar uma estratégia de marketing digital sem foco na conversão seria perder tempo. No texto anterior, ao tratar do termo lead eu já tratei indiretamente desta questão, mas não dei a ênfase necessária. A conversão se dá quando o visitante toma a ação que a empresa deseja. No caso dos sites de venda pela internet, a conversão seria a confirmação da compra. Em um blog como o meu, uma conversão possível poderia ser preencher um formulário.

Era isto por hoje. Provavelmente o próximo material desta série se relacione com a fase seguinte que engloba o relacionamento da empresa com o lead, com o objetivo de acompanhá-lo durante toda a sua jornada de compra, até o momento que ele levante a mão e solicite atendimento, mas isto também dependerá dos comentários que receber sobre os materiais publicados até aqui. O que você está achando? Qualquer comentário e sugestão sempre serão muito bem recebidos.

Temos muito chão pela frente, mas espero que você esteja desfrutando do que entreguei até o momento. No site você poderá conhecer um pouco mais sobre a minha atuação nesta área ou acessar outros artigos relacionados a este tema.

Um abraço e vamos em frente (!!)

FONTE : Glossário de Marketing Digital publicado pelas Resultados Digitais

mkt digital 1

mkt digital 2

 

 

Carlos Altafini
caltafini@gmail.com

Quando criança sempre gostei de escutar os mais velhos e aprender com eles. O tempo passou e hoje sou um veterano que tem prazer em compartilhar experiências e algum conhecimento acumulado durante a jornada. Nada mais natural portanto que após passar por um profundo processo de transformação digital, tenha me tornado um mentor em estratégias digitais. Este sou eu !!

No Comments

Faça seu comentário

CommentLuv badge